Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Sebastião Vemba vence prémio CNN Multichoice de Jornalismo

Depois de nos termos juntados a corrente de torcedores do jornalista angolano Sebastião Vemba, a quando do anuncio da sua participação ao concurso da CNN Multichoice de Jornalismo, o Tribuna da Kianda felicita-o pela vitória.
Deste modo, o “amigo” Sebastião Vemba com a sua bravura de repórter soube representar condignamente o nosso país e espero que quando o mesmo voltar à “casa” seja recebido com as devidas honras que ele merece. Não só do Novo Jornal, órgão em que está veiculado, mas de toda a sociedade angolana e do Ministério da Comunicação Social.
Tendo em conta que não é todos os dias que temos um jovem de apenas 25 anos de idade, a vencer o mais prestigiado concurso a nível de África. À semelhança do que aconteceu com o jornalista Ernestro Bartolomeu, da Televisão Pública de Angola (TPA), que após vencer este mesmo prémio ganhou em consequência disso o Galardão do Prémio Maboque de Jornalismo.
Sebastião Vemba tomou conhecimento que é o vencedor da 15ª edição do Prémio Jornalista Africano CNN MultiChoise na categoria de notícias gerais de língua portuguesa, em Kampala, Uganda,
Indicado um dos 27 finalistas da 15 edição do concurso do prémio jornalista africano CNN MultiChoice, Vemba, de 25 anos de idade, tem quatro anos de jornalismo.
Sebastião Vemba concorreu com uma série de reportagens denominada “Adeus Ilha”, um total de três peças sobre os desalojados do Bairro Benfica, na Ilha de Luanda, para o Zango, publicadas no semanário “Novo Jornal”.
Na generalidade, o prémio foi arrebatado pela jornalista sul-africana Sam Roger, da ETV, com uma reportagem sobre a execução de albinos.
O jornalista Ernesto Bartolomeu, da Televisão Pública de Angola, venceu em 2009 na categoria de língua portuguesa com uma reportagem de corte histórico sobre o Kuito Kuanavale, município da província angolana do Kuando Kubango.
A 15ª edição deste concurso coincide com a celebração dos 30 anos da CNN, como o primeiro fornecedor de notícias do mundo.
O Prémio Jornalista Africano do Ano CNN foi fundado em 1995 por Edward Boateng que foi Director regional africano da Turner Broadcasting System Inc, empresa-mãe da CNN) e o falecido Mohamed Amin, com o objectivo de reconhecer e incentivar a excelência no jornalismo por toda a África.
Ministra da Comunicação Social felicita vencedor do prémio CNN MultiChoiseA ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira, felicitou no sábado o jornalista angolano, Sebastião Vemba pela conquista do prémio CNN MultiChoice.
A governante incentivou igualmente a classe jornalística angolana a participar nas próximas edições de eventos que dignifiquem o jornalismo nacional.

Sem comentários: