Pesquisar neste blogue

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Ongoing reforça pujança no mercado angolano

Depois de ter entrado no mercado angolano, através do jornal económico Expansão, criado o ano passado em parceria com o grupo angolano Score Media. A Ongoing reforçará a sua pujança neste mercado através de um acordo que assinará brevemente com o maior grupo empresarial angolano virado para os mass midias, denominado Media Nova.
Segundo uma notícia divulgada pelo semanário O PAÍS, o documento será assinado pelo Administrador do grupo Media Nova, João Van-Duném e pelo responsável da ongoing, José Eduardo Moniz (na foto).
Do acordo constam o desenvolvimento de parcerias nas áreas de conteúdos informativos, além de prever a criação e promoção de projectos comuns que contribuam para viabilizar iniciativas conjuntas em outros países. No documento consta que as duas empresas se comprometem em desenvolver e partilhar iniciativas cujo âmbito de abrangência seja os países de língua portuguesa, colaborar em acções de formação de quadros, bem como a disponibilidade para assistência técnica.
A Media Nova e a Ongoing são dois grupos que operam no ramo da média em Portugal e Angola, coincidindo, de certa maneira, nas áreas de intervenção que se estendem nos domínios da televisão, rádio, imprensa, internet, bem como na investigação e desenvolvimento de tecnologias de informação.
O grupo Media Nova, que se afirma como um interveniente incontornável no mercado angolano, detém a TV Zimbo, a Rádio Mais, o jornal O PAÍS, o Semanário Económico e a revista Exame.
A Ongoing é uma empresa com forte presença em Portugal e estendeu já as suas acções para o Brasil, país onde iniciou a sua operação com a criação do diário “ Brasil Económico”, e pretende intensificar realizações desta natureza com estabelecimento de parcerias em vários mercados de expressão portuguesa.

Quem é José Eduardo Moniz?
José Eduardo Moniz trabalhou de 1998 a 2009, como director-geral e director de coordenação de Informação e Programas da TVI e assinou no mesmo ano o contrato com o grupo Ongoing, onde assume a vice-presidência.
José Eduardo Moniz nasceu no dia 6 de Maio de 1952 em Ponta Delgada, onde viveu e estudou até acabar o liceu. Mudou-se depois para Lisboa, onde se licenciou em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Iniciou-se como jornalista na redacção do Diário Popular, logo após terminar os estudos.
A carreira em televisão iniciou-se pouco depois, com a sua passagem para a RTP, onde foi chefe de redacção. Posteriormente, decidiu ir para a revista TV Guia e criou uma produtora de televisão, a MMM.
José Eduardo Moniz passou ainda pela Rádio Renascença e voltou à RTP, mas como director, cargo que ocupou durante vários anos.
Em 1998 integrou os quadros da TVI, um ano depois de a Media Capital, ainda liderada por Miguel Pais do Amaral, ter comprado 30 por cento da empresa.
Nesse mesmo ano, a Sonae passou a gerir a TVI e Belmiro de Azevedo convidou José Eduardo Moniz para dirigir a estação e reformular o canal com piores audiências do mercado. Pouco depois, a Media Capital exerce o seu direito de preferência e compra as participações da Sonae, da Cisneros e da Lusomundo, passando a deter a quase totalidade da TVI.

Sem comentários: