Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Forbes identifica 8 bilionários em África

Bilionários em África haverá às dúzias. Porém, de papel passado e com capacidade de movimentar milhões em qualquer mercado do mundo, sem a suspeita de que o dinheiro tenha origem em tráfico de influência ou corrupção, e que o mesmo seja “sancionado” por bancos credíveis, de acordo com a Forbes só há oito.
A lista anual publicada por aquela revista especializada norte-americana indica que dos oito bilionários africanos quatro são os irmãos egípcios Sawiris. Três outros são sul-africanos e um nigeriano. Na restrita lista não entrou nenhum angolano.
A pesquisa da Forbes envolve mais de 40 “staffers” espalhados por todo o mundo. A metodologia inclui apenas valores declarados, operações no “stock market”, retorno de aplicações no sector imobiliários, venda de produtos e serviços, valor de participações e propriedades. A Forbes diz que embora tivesse procurado incessantemente por dívidas, ninguém no “top 1000” deve a ninguém.
O homem mais rico do mundo hoje é o mexicano Carlos Slim, dono de uma fortuna de 53. 5 biliões, que deixou para trás o “eterno” campeão Bill Gates, com 53 biliões. Mas nem por isso o patrão da Microsoft se deve queixar. Perdeu o primeiro lugar da lista, mas ainda assim levou para casa lucros no valor de 13biliões de dólares.
Reformado, há cerca de um ano, “Bill” dedica-se à sua fundação, que este ano recebeu do terceiro da lista, Warren Buffet, uma doação de 10 milhões de dólares. Buffet escreveu no seu testamento que quando se for desta para melhor 37 biliões da sua fortuna irão para fundação “Bill & Melinda”, que vai aplicar este dinheiro no combate à fome no mundo.
Warren Buffet tem uma fortuna avaliada em 47 milhões de dólares. Visionário, há dois anos, quando se deu o colapso do sistema financeiro norte-americano, pôs 5 biliões no Goldman Sachs, e 5 biliões na General Electrics. Com isso evitou a queda do que era uma dos maiores bancos de investimentos norte-americanos. Disse na altura: “é altura de, mais uma vez, fazer alguma coisa pela nossa pátria”.
O Goldman Sachs está a fazer alguma coisa por ele, e pelos investidores que acreditam no seu fundo de investimento, o Berkshire Hathaway. Facturou 10 biliões nos últimos 12 meses.
De acordo com a Forbes entre os dez mais ricos, há três norte-americanos, dois indianos, um brasileiro, um mexicano, um espanhol, um alemão e um francês. A lista da Forbes não trás nenhum homem do Zimbabwe, onde não é difícil encontrar bilionários. Acontece, porém, que ao nível em que estão o câmbio e a inflação 1 bilião de dólares zimbabueanos equivale exactamente a 2 milhões e 765 mil dólares. Não dá para entrar na lista.
FONTE: SEMANARIO ANGOLENSE

3 comentários:

Anónimo disse...

isto é, aqui em paíse do terceiro mundo, se voce for ABENÇOADO pelas ELITES BRASILEIRAS, voce se torna um dos homens mais TRILIONÁRIOS DO MUNDO, ÓBVIAMENTE, explorando tudo que é riqueza do seu próprio país, MONOPÓLIO, FAVORETISMO...etc..e sem nenhuma CONCORRENCIA LICITAÇÃO DEMOCRÁTICA IMPARCIAL...agora para se tornar BILIONÁRIO LÁ DENTRO, tanto na EUROPA e como nos EUA ái é complicado...agora em países LATINOS E AFRICANOS É FACILISSSISSIMO...fidel castro também é MILIONÁRIO...mas e o seu povo.

Anónimo disse...

isto é da mesma forma que também um dia o presidente do zimbabwe se tornou um dos bilionários, explorando os DIAMANTES , minérios, ZIMBABWENSE, enquanto o povo zimbabwense estava e está numa miséria absoluta, e hoje enquanto o povo mexicano, povo brasileiro está numa miséria quase absoluta, alguns dos seus ESPERTALHÕES EXPLORANDO TUDO QUE É DO SEU PAÍS, DO SEU PRÓPRIO POVO, SE TORNARAM OS MAIS BILIONÁRIOS DO MUNDO, enquanto o seu próprio povo, QUER DIZER QUE SE DANE O SEU PRÓPRIO POVO...

Anónimo disse...

por isso, os TRILIONÁRIOS de outros países vem aqui no BRASIL, MÉXICO, ÁFRICA..etc..países subdesenvolvidos e exploram ao máximo as suas RIQUE ZAS NATURAS, ás quais deveriam ir também á favor do seu povo, ás suas cate gorias profissionais, COMO FAZEM OS LÍDERES DO PRIMEIRO MUNDO, e tam bém as ELITES ÁRABÉS DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO como o SULTÃO DE BRUNEI, que pegam as suas RIQUEZAS e até as RIQUEZAS dos outros países e investem nos seu próprio povo, CATEGORIA PROFISSIONAL..