Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Estudantes brasileiros obrigados a ler Ondjaki

Os jovens brasileiros que pretendem ingressar na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, no Brasil, serão obrigados a ler a obra “Os da Minha Rua”, dos escritor angolano Ondjaki e “Uma Vida em Segredo, de Autran Dourado. O estrado da obra de Ondjaki serão incluidos na prova de literatura em lingua portuguesa.
A partir desta segunda-feira, a PUC Minas abre inscrições para o vestibular do 1º semestre de 2010 para todas as unidades, tanto em Belo Horizonte e Região Metropolitana, como no interior do estado e cursos a distância. Os interessados devem se inscrever pela internet, no www.pucminas.br, até 19 de Outubro.
Na Capital e Região Metropolitana (campus Coração Eucarístico, unidades Barreiro, São Gabriel, Praça da Liberdade, Betim e Contagem), as provas serão realizadas no dia 15 de Novembro. A taxa de inscrição é de 75 reais e o resultado sai até o dia 8 de Dezembro.Nos campi do interior (Arcos, Poços de Caldas, Serro e Guanhães), as provas serão antes, no dia 7 de Novembro. A taxa de inscrição é de 35 reais e o resultado sai até o dia 2 de Dezembro.Outra opção de ingresso na PUC Minas é a utilização dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que desde 2009 servem de critério para a seleção de candidatos. Quinze por cento das vagas de cada curso serão destinadas àqueles que optarem pela utilização dos resultados do exame como critério de seleção e classificação.
Para participar do processo de seleção por meio do Enem, o candidato deverá, ao se inscrever, informar o número de inscrição no exame e o ano a ser considerado (2006, 2007 ou 2008). No caso do não preenchimento das vagas em uma das formas de ingresso (Enem ou vestibular), as remanescentes serão automaticamente transferidas para a modalidade de seleção em que ainda houver candidatos classificados no mesmo curso-turno.
Foram definidos também os livros que serão objetos de questões na prova de Língua Portuguesa e Literatura em Língua Portuguesa.
Ondjaki nasceu em Luanda, em 1977. Ficcionista e poeta, é membro da União dos Escritores Angolanos. Está traduzido para francês, espanhol, italiano, alemão, inglês, suaíli e japonês. Recebeu os prémios Sagrada Esperança (Angola, 2004), António Paulouro (Portugal, 2005), Grande Prémio APE (Portugal, 2007) e Grinzane for Africa – Young Writer (Itália/2008). Outros livros publicados: Bom Dia Camaradas (romance, 2001), O Assobiador (novela, 2002), Quantas Madrugadas Tem a Noite (romance, 2004) Ynari: a menina das cinco tranças (infantil, 2004), Avó Dezanove e o segredo do soviético (romance, 2008).

Sem comentários: